postado em: Notícias | 0

Por Clarice Gulyas

Porque as pessoas abandonam as academias!?
Início do ano é a grande oportunidade de reverter o sedentarismo

Em busca de resultados rápidos, a maioria das pessoas acaba deixando as academias entre o 3º e o 5º mês. Mas para atingir os objetivos com saúde, é preciso paciência e determinação, avalia o professor de musculação da academia Fit Park, Júlio César Mota. “A atividade tem que ser contínua para que haja resultado. Geralmente, os resultados físicos são mais aparentes a partir do terceiro mês. Às vezes quando a pessoa tem uma resposta muito boa nesse período, mas depois não vê o mesmo retorno, começa a ficar desestimulada independente do objetivo com que entrou na academia”, diz.

A psicóloga Camila Torquato, explica que para conseguir o êxito diante das dificuldades diárias é preciso motivação e disciplina. “É o ânimo da possibilidade de realização que dá energia à pessoa para vencer as suas dificuldades. Mas, para isso, é também necessário reconhecer as prioridades do presente e avaliar o quanto de esforço a pessoa está disposta a ter para atingir o seu objetivo”, diz.

Especialista em Terapia do Sobrepeso, Camila afirma que nos casos mais difíceis, o acompanhamento psicológico pode ser um grande aliado para combater pensamentos e comportamentos sabotadores que desestimulam a constância na prática de atividade física. “Se um pensamento aparece para tirar a pessoa de sua meta, se torna praticamente impossível atingir os seus objetivos”, alerta.

Para manter os alunos motivados e com a autoestima elevada, a Fit Park tem como diferencial o atendimento personalizado e individualizado dos alunos com profissionais que acompanham e incentivam de perto a evolução de cada um. Além disso, a variedade das modalidades oferecidas e a interação que existe entre os profissionais e os frequentadores permitem que os alunos façam o que gostam de maneira descontraída.

A brasiliense Inês da Fonseca Porto, 40 anos, é das alunas mais assíduas da Fit Park. Para ela, um dos incentivos para não faltar à academia ao longo desses dois anos e meio é conhecer novas modalidades. “A pessoa tem que descobrir o que ela gosta, a melhor forma de treinar e o que treinar. Faço musculação e aeróbica, mas já fiz aulas de alongamento e pilates”, revela Inês, que também pratica dança do ventre nos tempos livre.

Imprensa:
(61) 8177 3832
Clarice Gulyas

Serviço:
Fit Park Academia
(61) 3368 2001 / CLN 214, bloco D
http://www.fitparkacademia.com.br/
Feed