postado em: Notícias | 0
Beatles inspira talento musical em jovens
Por Clarice Gulyas

Pela primeira vez em Brasília, a banda All You Need is Love irá reunir aproximadamente 3 mil pessoas durante encontro de jovens do Centro Educacional Leonardo da Vinci no próximo sábado (6). Reconhecido internacionalmente, o cover brasileiro dos Beatles promete inspirar o talento de crianças e adolescentes através de músicas dos anos 60.

Com a canção I Want to Hold Your Hand na ponta da língua, Ana Flávia Rubenich, 15 anos, não vê a hora de conferir de perto o espetáculo mais famoso da América Latina. “Eu quero muito ir a esse show porque já ouvi falar bastante dessa banda. Eu ouço Beatles desde quando estava na barriga da minha mãe”, conta. “Essa é uma banda que revolucionou a música mundial, influenciou costumes e valores da sociedade”, completa.

Inspirada por músicas clássicas e estilos diferenciados como o reggae e o surf music, Ana Flávia manifesta a paixão pela música internacional desde os primeiros acordes de violão, aos 10 anos, quando aprendeu a tocar o instrumento por conta própria. No ano passado, a estudante do 1º ano do Ensino Médio chegou a integrar uma banda com o repertório de algumas músicas do quarteto inglês. Apesar da experiência não ter dado certo, Ana Flávia tem planos para o futuro. “Estou pensando em montar outra banda e tocar músicas que eu gosto e com pessoas que fazem um som legal. Tocar sozinha é bom, mas em conjunto é muito melhor”, diz.

Com um gosto musical incomum ao de meninas de sua idade, Arthalídes Coelho Pisco, 14 anos, tem orgulho de exibir os dedos marcados pelos fios do violino. O interesse pela música erudita surgiu aos 9 anos por influência do pai, maestro, e da mãe, ex-saxofonista. “Eu toco violino porque gosto e não simplesmente porque quero. Para tocar esse instrumento é preciso muita técnica e a prática deixa marcas nas mãos e no pescoço. Às vezes doi, mas é bom”, conta.

Apesar de já reproduzir o Concerto nº 3 de Mozart e sempre participar de festivais nacionais, Arthalídes quer chegar mais longe. Assim como os dois irmãos mais velhos, ela procura se dedicar cada vez mais à música para poder realizar o sonho de se apresentar internacionalmente. “Eu não sei se quero ser violinista, mas quero continuar a tocar porque gosto de participar das orquestras. Costumo praticar na Escola de Música três vezes por semana e não há nada que me faça não querer ir”, diz.

Na escola onde as alunas estudam, a presença da música é incentivada por aulas teóricas e atividades culturais. Além disso, projetos e tarefas interdisciplinares como encontros culturais dão a oportunidade dos jovens compartilharem conhecimentos e experiências.

A orientadora educacional Magally Borges avalia que a música é um meio eficaz de facilitar o processo ensino-aprendizagem. De acordo com ela, esse tipo de contato é importante para estimular os alunos tanto nos estudos como na vida pessoal. De acordo com Magally, a música contribui com a superação de obstáculos, com o cumprimento de responsabilidades diárias e na redução de conflitos na escola. “A música estimula o desenvolvimento intelectual por desenvolver no aluno a capacidade de observar, analisar e compreender o mundo de forma descontraída. Além de aguçar a sensibilidade e emoção, ajuda no alívio das tensões evitando o estresse, o que pode proporcionar no ambiente escolar uma maior integração e interação entre os alunos”, avalia.

Feed